Centro Escolar Vipasca, em Aljustrel, vai ser ampliado e obra começa em Julho

Investimento previsto é de mais de 3 milhões de euros

O auto de consignação da empreitada da ampliação do Centro Escolar Vipasca foi assinado ontem, 20 de Junho, pelo Município de Aljustrel, no salão nobre dos Paços do Concelho. 

As obras começam em Julho – aproveitando a autarquia a pausa letiva para realizar os trabalhos que vão causar maiores constrangimentos, nomeadamente a demolição do antigo “Bloco C”, que se encontra desajustado às exigências de ensino atuais – e implicam um investimento de mais de 3 milhões de euros.

«Trata-se de uma obra que para o Município de Aljustrel é prioritária e que cada vez mais se justifica como necessária, uma vez que o número de alunos está a aumentar no concelho e em todos os ciclos de ensino. Daí também o Município de Aljustrel já ter candidatado a requalificação da Escola Secundária de Aljustrel, no valor de 5 milhões de euros, e estar a avançar com o projeto de reabilitação da E.B. 2, 3», frisa a autarquia em nota.

O Município recorda ainda que Aljustrel é um dos poucos concelhos do país cuja população se encontra a aumentar, com uma taxa de nascimentos muitas vezes superior à da média nacional, e fruto também da fixação crescente de população neste território devido à forte empregabilidade.

Com este novo empreendimento, o Município frisa que «complementar-se-á o conjunto de edifícios escolares já existentes, nomeadamente numa parcela de terreno com aproximadamente 2,6 hectares».

Será erguido um novo edifício autónomo que permitirá reforçar as valências existentes de ensino Pré-escolar e Ensino Básico do 1.º Ciclo. A construção desenvolver-se-á em dois pisos, interligados por escadas e ascensor dimensionado para a circulação de pessoas com mobilidade condicionada.

Estão previstas salas de aulas, salas polivalentes e de atividades diversas e gabinetes de trabalho para professores e salas para pessoal não docente, bem como instalações sanitárias.

O objetivo da Câmara Municipal de Aljustrel é «continuar a proporcionar condições de excelência para a aprendizagem no concelho e dotar o parque escolar de mais e melhores condições».

 

Leia mais um pouco!
 
Uma região forte precisa de uma imprensa forte e, nos dias que correm, a imprensa depende dos seus leitores. Disponibilizamos todos os conteúdos do Sul Infomação gratuitamente, porque acreditamos que não é com barreiras que se aproxima o público do jornalismo responsável e de qualidade. Por isso, o seu contributo é essencial.  
Contribua aqui!



Comentários

pub