Incêndios: Governo não vai declarar “para já” situação de alerta

Revelou o ministro da Administração Interna

O ministro da Administração Interna disse hoje que «para já» não vai ser declarada a situação de alerta devido aos incêndios rurais, tendo em conta a resposta do dispositivo ao combate e as condições meteorológicas.

«Quer pela resposta do dispositivo, quer pelo número de incêndios, quer pela alteração que parece ser positiva do movimento dos ventos e também porque tem havido, de ontem [domingo] para hoje, uma relativa reposição da humidade noturna, para já não vai ser determinada a situação de alerta», afirmou aos jornalistas José Luís Carneiro.

O ministro, que falava após ter sido feito um balanço da operação de segurança da Jornada Mundial da Juventude (JMJ), que terminou no domingo em Lisboa, considerou também que os meios e o dispositivo de combate aos fogos «estão mostrar eficiência» neste momento.

«O dispositivo está a conseguir demonstrar capacidade na resposta aos incêndios, apesar de termos tido dois grandes incêndios e de maior dimensão de área ardida», disse, referindo-se aos fogos em Proença-a-Nova (Castelo Branco) e Ourém (Santarém).

No domingo, a secretária de Estado da Proteção Civil afirmou que Governo estava a ponderar declarar situação de alerta devido ao elevado perigo de incêndios rurais nos próximos dias, em que se prevê um quadro meteorológico «complexo».

 

 



Comentários

pub