EDIA implementa medidas de combate à seca na zona do Alqueva

Abeberamento de gado ou rega de emergência

A Empresa de Desenvolvimento e Infraestruturas do Alqueva (EDIA) decidiu facilitar o acesso à água nas suas infraestruturas e reservatórios para fins de abeberamento de gado e, sempre que tecnicamente possível, para rega de emergência de culturas.

Estas são as medidas implementadas pela EDIA para auxílio aos agricultores no combate à seca climatérica, a qual também afeta a área de influência do Empreendimento de Fins Múltiplos de Alqueva (EFMA).

Os agricultores que desejem obter acesso à água para fins de abeberamento de gado ou para rega de emergência podem dirigir-se à sede da EDIA, em Beja, ou às delegações dos diferentes perímetros de rega para procederem à sua inscrição.

A EDIA acrescenta que facilitou «os procedimentos administrativos para assegurar a flexibilização e facilitação de pontos de acesso à água para rega, a título precário, através de reservatórios, albufeiras do sistema primário e hidrantes periféricos da rede primária e secundária de rega».

Com base na informação prestada, a EDIA analisará qual o ponto da rede e as condições em que os volumes requeridos poderão ser disponibilizados.

O preço da água destinada à rega é fixado de acordo com o disposto no Despacho n.º 3025/2017, de 11 de Abril, que poderá ser consultado no site da EDIA.

Para mais informações, os agricultores poderão entrar em contacto diretamente com os responsáveis técnicos de cada um dos perímetros ou para a EDIA:

>>Telefone: 284 315 110;
>>Endereço eletrónico: edia@edia.pt
>>Site da EDIA: www.edia.pt

Comentários

pub